Águas Turvas: manifesto político de sensibilidade

Um pequeno esbarro no aeroporto entre dois homens foi o suficiente para mudar suas vidas por completo. Escrito por Helder Caldeira, Águas Turvas é um romance nacional que busca retratar a verdadeira simplicidade do amor através de personagens comuns, mas com muito para contar.

Lançado em 2014 pela editora Quatro Cantos, o livro aborda um tema ainda tabu na sociedade: o amor entre pessoas do mesmo sexo. O envolvimento dos protagonistas Gabriel e Justin reflete a ideia de que o sentimento é muito mais do que um padrão imposto pela sociedade, mas uma aventura para quem o decide viver.

“... se você quer escrever histórias fantásticas, ótimo. Mas acredito que o melhor caminho será praticar escrevendo algo simples, sobre pessoas normais, com a realidade que o cerca. E não pense que isso é uma tarefa sem custos. Talvez seja até mais difícil escrever sobre a simplicidade ao nosso redor”. (página 16)

Nos primeiros parágrafos somos apresentados ao narrador da história, o personagem Matthew Thompson, que nos acompanha por todo o livro, remontando os acontecimentos que entrelaçaram sua família totalmente. Por suas palavras conhecemos Gabriel Campos, um jovem brasileiro aspirante a médico. Embora brilhante, relações pessoais nunca foram sua especialidade. Após a morte dos pais, Gabriel fica sozinho, e sem nada a perder, decide iniciar uma nova jornada ao viajar para os EUA e concluir sua especialização em Worcester, Massachusetts.

“Num instante, veio o estalo: eis a história que eu preciso contar. A história da minha família. A história desses eixos rolados que buscam sempre se manter unidos em meio às águas turvas”. (página 17)

Ao descer no Aeroporto, o jovem médico acaba esbarrando em Justin Thompson, herdeiro de uma abastada família republicana. Neste breve momento, ambos percebem rapidamente uma intensa sintonia. Após a bagunça, ambos seguem em direções opostas, mas já carregam consigo um sentimento que crescerá ao passar das páginas. Embora não soubessem, este seria apenas o primeiro de muitos encontros ocasionados pelo destino que ligariam-nos.

“Sentia um imã puxando-o exigindo uma atitude impulsiva de segui-lo, apresentar-se, dar seus contatos, oferecer ajuda ou qualquer coisa do gênero que pudesse abrir precedentes para outro encontro. Tinha acabado de olhar dentro dos olhos daquele estranho e teve a ligeira sensação de que ali estavam todas as respostas”. (página 30)

O autor utiliza  uma escrita sensível e fluida, fazendo referências a assuntos modernos e culturais. Figuras de linguagem e metáforas também estão presentes, permitindo uma imersão mais profunda no enredo. Além dos protagonistas, a história apresenta personagens interessantes com tramas individuais, mas interligadas ao desfecho coletivo. A descrição de cenário é repleta de detalhes, levando o leitor aos ambientes retratados, desde um aconchegante restaurante à beira da estrada, até uma refinada mansão em Holden.

À mesa, dois homens dominados pela força ancestral das emoções, aquelas que nos fazem reconhecer, desde a primeira vista, as pessoas que podem nos acompanhar pelo resto da vida. Só ouviam o uivo do vento que ousava entrar pelas pequenas frestas abertas”. (página 87)

Bate-papo com o autor, Helder Caldeira

Em entrevista exclusiva ao Foca Alternativa, Helder Caldeira fala a respeito de sua obra. “A força vital do romance ‘Águas Turvas’ foi exatamente minha busca pessoal pela humanização das relações homoafetivas num tempo quando a intolerância com as diferenças cresce à galope. Por essa humanização, leia-se socialização, o ato de ‘civilizar’. No último século, a Literatura com temática LGBT ficou reduzida a amores platônicos (como ‘Morte em Veneza’, do Thomas Mann) e ao erotismo (com origens em ‘O Retrato de Dorian Gray’, de Oscar Wilde; e ‘Bom-Crioulo’, de Adolfo Caminha)”, afirma.

Ainda segundo ele, “no limite, a estrutura ‘preso-no-armário’ ganhou enorme força e gerou excelentes romances, mas sempre viciados em perfis que beiravam a promiscuidade. A opção literária ao tratar da homoafetividade normatizou o escanteamento do amor romântico. Urgia no universo romancista desenhar uma obra com protagonistas gays, embrenhados numa história de amor clássica, sedimentados sobre conceitos de família e relações cotidianas. Era preciso dizer aos leitores e à sociedade: isso é normal! Sim, às vezes é necessário desenhar essa normalidade para que ela seja melhor compreendida por todos”, ressalta.

heldercaldeira - divulgação
Jornalista político e escritor, Caldeira é autor de “Bravatas, Gravatas e Mamatas” e “A 1ª Presidenta” (Foto: Divulgação)

O autor aborda também a pesquisa realizada diante da elaboração do livro com o intuito de ressaltar a aproximação com a realidade. “Fiz uso extremo da tecnologia durante a pesquisa. Foi um trabalho extenso, mas muito feliz. Nunca fui a Holden, no entanto, passei quase dois meses percorrendo cada uma de suas ruas através da tecnologia Google. Ao mesmo tempo, entrei em contato com seus moradores e fiz um levantamento minucioso sobre a cultura local, suas influências, seu cotidiano, clima dia após dia, até a direção dos ventos em determinadas épocas do ano. Escolhido o cenário real, todos esses detalhes eram necessários para conferir o maior grau de realidade à ficção”, declara.

Após a publicação, Helder fala a respeito das dificuldades que passou e destaca seus novos projetos para o futuro. “Com o sucesso de ‘Águas Turvas’ e a cobrança sistemática dos leitores por um novo romance, caí num bloqueio profundo, mescla entre insegurança e medo da crítica. Foi necessário, inclusive, a ajuda de profissionais da Psicologia e da Psiquiatria para me tirar dessa ‘página em branco’ onde estava mergulhado. Um dia, talvez, escreva um livro contando exatamente a dor desses dois anos de prisão psicológica. Mas, o importante é que consegui superar esse tempo e voltar às páginas escritas. Acredito que, em alguns meses, teremos um novo romance com temática homoafetiva disponível aos leitores”, finaliza.

Confira o booktrailer de “Águas Turvas”

CLASSIFICAÇÃO 5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close