‘A Primeira Noite de Crime’ traz crítica social com fórmula desgastada

“Esta noite permite que as pessoas se libertem do ódio e da violência que elas guardam dentro delas”. É ancorado nessa ideia que o longa ‘A Primeira Noite de Crime’ reflete uma sociedade em que o governo permite e incentiva a barbárie por um determinado período de tempo.

Dirigido por Gerard McMurray, o filme tem como contexto uma América em crise, na qual a criminalidade, o desemprego e a inflação conduzem o governo para um projeto social experimental: uma noite sem leis, em que as pessoas são estimuladas a perder todas as inibições e ceder aos seus instintos mais primitivos.  Embora a participação não seja obrigatória, o incentivo de US$ 5.000 dólares faz com que a população mais pobre se veja coagida a participar.

É neste cenário que conhecemos os personagens principais da trama. Uma ativista chamada Nya (Lex Scott Davis), seu irmão mais novo, Isaiah (Joivan Wade), William (Y’Ian Noel), o chefe do tráfico, e a gentil vizinha Luisa (Lauren Luna Vélez). Isolados em Staten Island, cada personagem caricato lida com as mais diversas situações enquanto o anarquismo reina por 12 horas.

hero_Purge-2018
Nya (Lex Scott Davis) e Isaiah (Joivan Wade) em ‘A Primeira Noite de Crime’. (Foto: Divulgação)

A fórmula utilizada no longa já é bastante desgastada, tornando parte dos acontecimentos previsíveis. Além disso, o roteiro não deixou espaço para um clímax. Ou seja, nenhum acontecimento na ilha oferece um “susto daqueles”. Até mesmo o vilão não apresenta convicções definidas, o que torna sua participação menos assustadora.

O suspense é abordado de forma leve, e é acompanhado por uma trilha sonora que busca entonar a situação. De certa forma, o filme consegue passar uma resposta para o questionamento lançado nas produções anteriores. “Até que ponto a sociedade prestigia a violência?”. Por abordar este contexto de forma objetiva, é nítido que para uma sociedade cega pelo ódio, uma noite de crimes não seja algo muito distante da realidade a qual estamos habituados.

O ponto mais relevante da produção é composto pelas diversas referências à atual situação dos EUA. A presença de membros da Ku Klux Klan e Neonazistas fazem uma metáfora paralela ao cenário de desesperança encontrado por diversas minorias. Inclusive, o cenário político abordado enfatiza a triste realidade na qual existe discrepância de oportunidades e importância entre os mais ricos e os menos afortunados.

O filme oferece complemento aos seus predecessores, o que pode agradar os fãs da franquia. Para quem busca suspense, encontrará em “A Primeira Noite de Crime” uma forma breve de distração.

CLASSIFICAÇÃO 3


FICHA TÉCNICA
A Primeira Noite de Crime – The First Purge
Data de lançamento: 27 de setembro de 2018
Direção: Gerard McMurray
Duração: 1h 38m
Sinopse: Quando um novo partido político, o New Founding Fathers of America, ascende, é anunciado um novo experimento social. São 12 horas sem lei, em que o governo incentiva as pessoas a perderem toda e qualquer inibição. A participação não é obrigatória, mas como estímulo, 5.000 dólares é dado para quem fica na cidade, e mais prêmios para quem participa.

Foto destaque: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close