Shun ou Shaun? A problemática por trás de ‘Knights of the Zodiac’

Em 1985, ‘Saint Seiya’ estreava trazendo consigo a história dos jovens cavaleiros de Athena, capazes de grandes feitos para proteger o mundo. Estes guerreiros ganharam popularidade e logo se tornaram foco de animações, filmes e figuras de ação. Dentre eles, um personagem se destaca pela sensibilidade que representa: Shun, o cavaleiro da constelação de Andrômeda.

shun
Shun utiliza correntes para atacar e se defender | Foto: Divulgação

No último sábado (08), a Netflix liberou o trailer de sua nova animação em um painel na Comic Com Experience. Intitulada de ‘Saint Seiya: Knights of the Zodiac’, a produção promete recontar a história dos tão amados personagens. Muito esperado pelos fãs, o vídeo acabou pegando o público de surpresa ao mostrar o cavaleiro de Andrômeda como uma mulher. O acontecimento acabou se tornando palco de polêmicas, assim como o foco desta matéria.

Não demorou para que os fãs questionassem o ocorrido. Em resposta, Eugene Son, roteirista encarregado, falou em seu Twitter que mudanças de perspectivas fizeram com que esta adaptação fosse necessária, uma vez que garotos e garotas trabalham lado a lado hoje em dia. Em pouco tempo, a conta acabou sendo excluída pela represália diante do problema.

shaun 2
Shaun estará ao lado de Seiya, Hyoga e Shiryu em ‘Knights of the Zodiac’ | Foto: Netflix/Divulgação

Tudo bem, a justificativa de Eugene é válida. Representatividade é importante e uma personagem feminina é mais que bem vinda. Contudo, ele não responde por qual motivo Shun foi selecionado para a substituição. Por que não o Ikki? Ou quem sabe Hyoga, Seiya ou Shiryu? Que critérios foram utilizados para a escolha?

O dublador brasileiro do personagem também ficou surpreso. Em entrevista ao portal UOL, Ulisses Bezerra afirma que a substituição é equivocada e sem propósito: “Nada contra as mulheres, mas é como se fizessem um ‘Homem-Maravilha’ ou colocassem uma mulher entre os Três Mosqueteiros. Para mim, é estranho. Acho que não muda a história ter a presença feminina. Pode-se valorizar a mulher em outros aspectos. Eu ‘mudaria’ até o Seiya”, analisa.

page
Marin, Shaina e June lutam ao lado dos cavaleiros como amazonas de Athena | Foto: Divulgação

Se a ideia era adicionar relevância às personagens femininas, a produção poderia ter dado crédito as mulheres que já existem na franquia. Dentre os principais exemplos pode se citar Marin, a amazona de Águia que se encarregou do treinamento de Seiya; Shaina de Ofiúco também é uma forte candidata, assim como June de Camaleão, parceira de treinamento de Shun. A adição de personagens novas também poderia ter sido considerada, afinal, o spin-off  ‘Saint Seiya Shô’ se tornou popular sem alterações abruptas.

Shun de Andrômeda 2
Shun utiliza suas correntes | Gif: Divulgação

Vejamos todo o contexto a respeito do personagem. Shun por si só já é uma quebra de estereótipo: é um homem sensível que não fica reafirmando sua masculinidade. Detentor de uma armadura rosa e com seios, o cavaleiro de Andrômeda funcionaria melhor nos dias de hoje do que na época em que foi desenhado. Adepto de movimentos defensivos, Shun elimina a ideia preconceituosa do padrão do que “é ser homem”.

Se o principal motivo dessa animação é apresentar a obra de Masami Kuramada para uma nova geração, não seria interessante manter o único personagem masculino que personifica sensibilidade? Transformar Shun em uma mulher cria a ideia de que as características dele não podem ser associadas a homens. Alguns fãs supõem que a atual situação politica da China possa ter influencia nesta alteração. Como a animação está sendo desenvolvida no Ocidente, o assunto “diversidade” acaba sendo um tabu para uma região que ainda caminha para aceitar tudo o que foge do padrão heteronormativo.

‘Saint Seiya: Knights of the Zodiac’ estreia em 2019. É possível que o conteúdo elaborado possa oferecer uma boa experiência. Só o tempo dirá se as mudanças serão bem aceitas ou ainda mais julgadas pelo público. De todo modo, ficou claro que os fãs da franquia estão de olhos bem abertos.

 

 

*Edição de conteúdo: Amanda Marques | Imagem destaque: Netflix/Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close