‘Era Uma Vez um Deadpool’ recicla segundo filme da franquia sem trazer novidades

Deadpool, o mercenário politicamente incorreto, retorna para contar a história de seu segundo filme para o ator Fred Savage. Contudo, em uma era de remakes e reboots, esta reciclagem não passa de uma tentativa de obter um público mais amplo sem nada de novo para contar.

Ao estilo de ‘A Princesa Prometida’, Fred Savage é sequestrado por Wade Wison, que decide lhe contar os acontecimentos de ‘Deadpool 2′ de uma forma censurada. Sem sangue ou palavrões, a história é contada pela perspectiva do herói enquanto Fred (sem opção) escuta e critica todo o material.

deadpool-nickelback-video
Deadpool mantém Fred Savage em cativeiro | Foto: Divulgação

Quem busca conteúdo novo pode acabar ficando decepcionado com a produção, uma vez que ela se trata do mesmo filme que foi lançado meses antes. Porém, o “bate papo” entre Fred Savage e Deadpool acaba criando uma nova perspectiva dos acontecimentos. Pode-se afirmar que este seja o único ponto positivo, uma vez que essas cenas de diálogo acabam oferecendo um pequeno respaldo diante das cenas cortadas.

As cenas excluídas em prol da amenização do conteúdo acabam deixando muitas informações importante de fora. O telespectador que ainda não viu o segundo filme e deseja fazer desta versão o primeiro contato com a história não irá presenciar as habilidades de luta do protagonista de forma plena. Cenas como o combate em Hong Kong e as regenerações de Deadpool são substituídas pelos comentários de Fred, deixando o sentimento de confusão para que não esteja familiarizado com o mercenário vermelho.

Vale ressaltar que a reciclagem também conta com outras adaptações além do que a censura propõe. O filme modifica detalhes e frases da versão anterior, tornando o filme um “jogo dos sete erros” de quase duas horas. Existe uma brincadeira inteligente com o uso de bipes e imagens borradas, além da adição de cenas prós créditos relevantes.

‘Era uma vez um Deadpool’ não é nada mais do que um novo rótulo para um produto antigo. Embora esteja repleto de cenas engraçadas, o filme não é uma opção diante de outros títulos com quem divide estreia, uma vez que o público pode absorver melhor a história por meio de sua primeira versão.

CLASSIFICAÇÃO 2


FICHA TÉCNICA
Once Upon a Deadpool – Era uma vez um Deadpool
Data de lançamento: 27 de dezembro de 2018
Direção: David Leitch
Duração: 117 m
Sinopse: Deadpool sequestra Fred Savage e, ao melhor estilo de “A Princesa Prometida”, conta para ele tudo que aconteceu em seu segundo filme solo – mas dessa vez, sem o sangue e os palavrões.

 

*Edição de conteúdo: Amanda Marques | Foto destaque: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close