‘Bumblebee’ – Um epílogo nostálgico capaz de revitalizar uma franquia

“Noites escuras fazem estrelas brilhantes”. É com simplicidade que o prelúdio de ‘Transformers’ desvenda os mistérios por trás da história do Autobot amarelo mais querido da franquia. Sob nova direção, Bumblebee’ traz um respiro de vida para uma saga que até então não conseguia se reinventar.

e1aefbd47a9e43b4bae995ce8f164008_c48edf9e96704df389ff57579c320df0_header
Bumblebee explorando uma residência de humanos | Foto: Divulgação

Assinado por Christina Hodson, o roteiro é focado nos primeiros passos de Bumblebee na Terra após escapar da guerra de seu planeta natal. A fuga do autobot funciona como um plano de emergência para garantir a sobrevivência de sua espécie. Não demora para que ele inicie uma amizade com Charlie Watson (Hailee Steinfeld), uma jovem desajustada prestes a completar 18 anos.

O trabalho de Travis Knight traz sensibilidade ao filme, distanciando-se do trabalho de Miachel Bay nos títulos anteriores da franquia. Pode-se afirmar que este feito também é obra de Christina Hodson. Diante de tantas produções feitas por homens, um ar feminino mostra-se como um diferencial formidável e bem-vindo.

O elenco selecionado é excepcional e quebra muitos clichês que rodeiam seus papéis. Um exemplo disso é o trabalho de Hailee Steinfeld na pele de Charlie Hodson. A atriz incorpora bem o papel de uma jovem dos anos 80: desde sua atitude diante dos dramas da adolescência até o contato com vida alienígena, a personagem rompe com o papel cafona de dama indefesa. Ao contrário de outras produções, ela não precisa de um romance para ser autossuficiente.

haileesteinfeldbumblebee
Charlie (Hailee Steinfeld) ao lado de Bumblebee disfarçado de fusca | Foto: Divulgação

Por outro lado, o filme ainda peca em alguns pontos. Um deles é a forma em que os vilões são inseridos dentro da sociedade humana. Sem qualquer contato prévio com a humanidade, os Decepticons adentram o planeta com um excelente vocabulário inglês, além de não encontrarem muita resistência do exército diante do estrago que causam. Vale ressaltar que o agente Burns (John Cena) não funciona em nenhum dos cenários explorados pelo filme.

Os efeitos visuais foram melhorados e contribuem muito para um aperfeiçoamento das cenas de combate. Diferente dos filmes anteriores, a angulação de câmera permite ao público distinguir com exatidão quem é quem, assim como apreciar o conteúdo sem perder absolutamente nada. Repaginado, o personagem Bumblebee é detentor de um carisma considerável. Sua participação no longa é divertida, sentimental e repleta de interações bem sucedidas.

‘Bumblebee’ é um filme dinâmico que cumpre seu papel como fonte de nostalgia e entretenimento sem falhar com o público antigo, além de atrair um novo. Quem busca um bom presente de fim de ano encontrará no longa uma ótima forma de se despedir de 2018.

foca 4


FICHA TÉCNICA
Bumblebee – Bumblebee
Data de Lançamento: 25 de dezembro de 2018
Direção: Travis Knight
Duração: 1h 53m
Sinopse: 1987. Refugiado num ferro-velho numa pequena cidade praiana da Califórnia, Bumblebee, um fusca amarelo aos pedaços, machucado e sem condição de uso, é encontrado e consertado pela jovem Charlie (Hailee Steinfeld), às vésperas de completar 18 anos. Só quando Bee ganha vida ela enfim nota que seu novo amigo é bem mais do que um simples automóvel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close