Trap: conheça o estilo que mistura hip-hop, eletrônico e rap

O Trap Music surgiu como um movimento dentro do hip-hop. Embora muitos o definam somente como um gênero musical energético e raso, seu significado vai muito além.

Recente, o Trap teve suas primeiras manifestações por volta de 1996, com o processo de industrialização, mas só ganhou força nos anos 2000, movido pelo crescimento desenfreado da geração.

Seu berço foi a cidade de Atlanta, no estado da Geórgia, para ser mais exata, nas trap house’s localizadas em bairros afastados, que eram utilizadas para venda, preparo e consumo de drogas.

main-972x597
O Dj Paul é um dos responsáveis por difundir a Trap Music nos anos 2000 | Foto: Divulgação

A estética do som

Grande parte da estética que o gênero carrega até hoje advém de sua primeira e segunda geração de músicos,  formadas por traficantes e pessoas que estavam inseridas na rotina desses estabelecimentos.

Dividindo o nascimento com tráfico e consumo de drogas, ocorre a associação da palavra ‘trap’ com sua tradução literal significa que ‘armadilha’. Tanto o gênero como as trap house’s carregam o mesmo nome por proporcionarem uma experiência singular em que qualquer distração pode custar sua vida ou um ótimo verso.

2-chainz-trap-house-2018-billboard-1548
Um dos nomes do Trap, 2 Chainz, na The Pink Trap House (Atlanta) | Foto: Prince Williams/WireImage

O som é marcado por algumas características, como a  utilização de Ad-libs, fragmentos sonoros característicos utilizados por artistas, como o ‘skrr’ e ‘yay’, além do uso de programas genéricos como o Auto-Tune e variações das batidas por minuto.

Os artistas deste meio, os chamados trappers, aprenderam a utilizar perfeitamente a banalização sonora a seu favor, produzindo sons nada alienados politicamente e que retratam suas realidades marginalizadas, os quais a pessoa que escuta, num primeiro momento, pode não perceber as críticas e a classificar somente como agitada e violenta.

Recepção

O público ainda não aceitou a real relevância do gênero que só ganha forças e vem se aperfeiçoando cada vez mais.

Um grande exemplo disso é como o Trap conquista palco ao redor do mundo, com o surgimento de nomes no Nordeste brasileiro e em cidades como Guarulhos e Belo Horizonte.

O gênero dá voz a uma geração considerada problemática que só precisa falar, mas muitas vezes não sabe como.

Foto destaque: Migos/Divulgação | Edição de conteúdo: Andreza Reis

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close