bandas nacionais Música

BaianaSystem lança “O Futuro não Demora”

Novo projeto da banda é marcado por colaborações musicais e dualidade sonora

Com nove participações pontuais em ‘O Futuro não Demora’, o BaianaSystem mostra mais uma vez o porquê de ser um dos expoentes musicais mais criativos e originais do cenário brasileiro.

Criado em 2009, o grupo soteropolitano consagrado por ‘Duas Cidades’ (2016) – cuja música “Playsom” ganhou visibilidade internacional ao ser trilha sonora do jogo Fifa – comemora dez anos em grande estilo.

O novo trabalho chega arrebentando portas com uma estética densa distribuída por suas 13 faixas, o que expõe a habilidade da banda em se reinventar, algo que corre nas veias, como comentou o vocalista Russo Passapusso em entrevista ao site Tenho Mais Discos Que Amigos.

baianasystem-foca-alternativa
Banda soteropolitana completa 10 anos de trajetória | Foto: RedBull/Divulgação

‘O Futuro não Demora’ é o terceiro álbum de estúdio do grupo de Salvador e traz como marca uma combinação de ritmos percussivos, beats eletrônicos e riffs de guitarra baiana. Uma verdadeira bomba criativa que revisita o Ijexá e o samba-reggae misturados com música latina e o hip-hop. Tudo através do equilíbrio entre som e poesia, uma mistura de passado, presente e como diz o título, futuro.

A dualidade 

As faixas do álbum são embasadas pelo conceito de dualidade. A faixa um, “Água”,conta com a participação de Antônio Carlos & Jocáfi e da Orquestra Afrosinfônica, já apresentando uma espécie de oposição complementar à última, “Fogo”.

Todo o trabalho acontece em cima da coexistência lado água vs lado fogo, trazendo a metáfora necessária pro entendimentos da dualidade.

O lado água encerra-se com “Sonar” (gravada com Curumin e Edgar) e o lado fogo começa com a faixa “Navio”, que segue até o final do álbum. A divisão dos dois elementos é a faixa “Melô de Centro da Terra” (dividida com Lourimbau).

37237303_1806726986028980_8632930869650128896_o
Russo Passapusso, Lorimbau e Roberto Barreto em show realizado na capital baiana no ano passado | Foto: Divulgação

O álbum conta ainda com a participação de Manu Chao, na enérgica “Sulamericano”, trazendo os versos em espanhol sobre um tal “señor matanza”.

É interessante citar também que a Orquestra Afrosinfônica abre e fecha o álbum, estando presente nos lados dos elementos.

Produção

Em 2016 o Baiana foi a São Paulo para encontrar o produtor Daniel Ganjaman, o que resultou no premiado ‘Duas Cidades’, mas dessa vez o produtor abrigou-se em solo baiano –  Ilha de Itaparica – para garantir que a intenção do projeto não fosse perdida.

Entre as idas e vindas da ilha o resultado dessa jornada traz algo maduro, a missão com as origens e o autoconhecimento, é nítida e tão claro quanto águas cristalinas para quem escuta.

É um álbum que reconforta ao mesmo tempo em que acende o pavio da raiva que guardamos em nosso peito.

foca 5

Ouça ‘O Futuro Não Demora’:

 

Imagem destaque: Divulgação | Edição de conteúdo: Andreza Reis

0 comentário em “BaianaSystem lança “O Futuro não Demora”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: